quarta-feira, 24 de junho de 2015

AGUARDEM AS PUBLICAÇÕES DO BLOG

terça-feira, 23 de junho de 2015

Depois de quase três anos fora de atualização este blog voltará a circular.AGUARDEM.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

MEC QUER PACTO COM ESTADOS PARA MELHORIA DO ENSINO MÉDIO

Após reunião com os secretários estaduais de Educação, o ministro Aloizio Mercadante anunciou que será firmado um “pacto nacional” com os governos estaduais para melhorar a qualidade do ensino médio. A iniciativa surge uma semana depois da divulgação dos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) que, no ensino médio, indicaram resultados insuficientes. O ensino médio é considerado o “gargalo” da educação básica, por registrar altos índices de abandono e reprovação, além de problemas na aprendizagem. De acordo com Mercadante, será formado um grupo de trabalho entre os secretários de Educação e dirigentes do MEC para discutir soluções para essa etapa do ensino. Um dos focos deverá ser a reforma do currículo do ensino médio. A crítica é que hoje o conhecimento é apresentado de forma muito fragmentada aos estudantes – em média são 13 disciplinas obrigatórias. O debate não é novo. No ano passado, o Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou as novas diretrizes curriculares do ensino médio que já indicavam uma flexibilização desse formato. De acordo com o ministro, o documento servirá de base para o novo modelo. Mercadante ressaltou que a reforma não significa que a divisão entre as disciplinas será abolida, mas que a aprendizagem dos conteúdos será integrada em quatro grandes áreas: linguagens, matemática, ciências humanas e da natureza. “Algumas redes de ensino já estão trabalhando por área de concentração. Isso não quer dizer menos disciplinas ou menos professores, mas que elas estão integradas em um processo de aprendizagem único”, disse. Uma das funções do grupo de trabalho será levantar as boas experiências já desenvolvidas nos estados para que elas possam ser utilizadas por outras redes de ensino. Para a presidenta do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Nilene Badeca, é fundamental que os estados participem desse redesenho curricular porque são eles que executam as políticas na ponta. “A ideia não é ter um modelo único. A gente vai buscar aquilo que é mais adequado para cada realidade. Nós vamos trocar experiências para ver o que é melhor para os estados. Vamos propor e ver o que podemos fazer junto com o MEC”, disse. Além da reforma curricular, o MEC discutiu com os secretários outras ações para melhorar o ensino médio, como o aumento da jornada escolar e do número de professores com dedicação exclusiva a uma única escola. Segundo o ministro, outra ideia é criar um programa de intercâmbio entre diretores de escolas para que eles conheçam “as melhores experiências de ensino médio no Brasil a fim de trazer para sua rede”. Também será discutida a possibilidade de ampliação do programa Ensino Médio Inovador, que atualmente atende a 2 mil escolas. Por meio dele, o MEC apoia unidades de ensino que queiram desenvolver novos formatos de organização de ensino médio, inclusive com o aumento do número de horas que o aluno passa na escola.

NOVAS REGRAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM 2012

NOVAS REGRAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM 2012 O Ministério da Educação divulgou o “Manual do Participante", um documento destinado aos mais de 5,7 milhões de estudantes que se inscreveram para a edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em 50 páginas, o manual esclarece com detalhes as novas regras de correção da prova de redação do exame, que acontece nos dias 3 e 4 de novembro. Segundo presidente do Inep, Luiz Claudio Costa, o objetivo do material é detalhar os critérios utilizados na correção e tornar o processo mais transparente. Em 2011, mais de 120 estudantes entraram na Justiça para pedir vistas da prova, por não concordarem com o resultado. Até o fim de janeiro, em 79 casos a Justiça exigiu uma nova correção da redação, e apenas dois casos resultaram em alteração de nota. "No guia está definido o que se espera de cada uma das competências da redação com exemplos. c disse o ministro Aloizio Mercadante nesta segunda, em entrevista coletiva, em Brasília. A nota final da redação do Enem --que vai de 0 a 1.000-- é calculada pela média aritmética das duas notas atribuídas à prova por dois avaliadores independentes. Cada um deles avaliará cinco competências, que permanecem iguais às das edições passadas do exame. O candidato pode somar no máximo 200 pontos em cada competência. A principal mudança instituída pelo MEC neste ano se refere à discrepância entre estas duas notas e vale tanto para a nota final quanto para a nota de qualquer uma das competências. Pelo manual, uma discrepância acontece quando as notas finais dos avaliadores diferirem entre si em mais de 200 pontos --no ano passado, essa divergência era de 300 pontos--, ou quando as notas por competência diferirem em mais de 80 pontos. Para solucionar a divergência, um terceiro avaliador será convocado para corrigir a redação, e sua nota será considerada final. Esse procedimento também já era praticado nas edições anteriores. Porém, se esta terceira pontuação continuar discrepante em relação às demais, uma banca composta por três examinadores atribuirá a nota final. *Competências explicadas* O manual explica ainda quais são os critérios que orientam os avaliadores na hora de pontuar cada competência. São seis os níveis de pontuação: zero, 40, 80, 120, 160 e 200. Cada um se refere à variação do domínio apresentado pelo candidato. Por exemplo, na competência 1 (demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita), recebe nota zero quem demonstrar "desconhecimento total da norma padrão". O candidato que mostrar "domínio insuficiente da norma padrão, apresentando graves e frequentes desvios gramaticais e de convenções da escrita", receberá 40 pontos. Quem tiver "domínio mediano da norma padrão, apresentando grande quantidade de desvios gramaticais e de convenções da escrita graves ou gravíssimos" somará 80 pontos. Caso o avaliador julgar que o estudante tem "domínio adequado da norma padrão, apresentando alguns desvios gramaticais graves e de convenções da escrita", a nota atribuída será de 120 pontos na competência 1. Já quem demonstrar "bom domínio da norma padrão, apresentando poucos desvios gramaticais leves" receberá 160 pontos, e quem não apresentar, ou apresentar pouquíssimos desvios gramaticais leves e de convenções da escrita, receberá a pontuação máxima, 200. *Exemplos de redações nota 1.000* O Ministério da Educação selecionou ainda seis exemplos de redações que tiveram nota 1.000 no Enem 2011. Os textos foram acompanhados de uma explicação geral sobre o tema, que no ano passado foi "Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado", e de comentários gerais a respeito da construção dos textos de candidatos do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e de São Paulo. Para executar o novo sistema, o MEC anunciou o aumento de 40% no quadro de avaliadores, de 3.000 para 4.200 a partir deste ano. O ministro Aloizio Mercadante também afirmou, em maio, que o ministério firmou um termo de ajustamento de conduta com a Justiça no final do ano passado, no qual ficou definido que os estudantes teriam acesso à correção da prova de redação mediante um pedido.

quarta-feira, 20 de junho de 2012










HOMOSEXUAIS PREPARAM MANIFESTAÇÃO CONTRA HOMOFOBIA -   A comunidade homossexual em Tutóia (gays, lésbicas e simpatizantes) está preparando para o próximo dia 28 uma manifestação pública contra a homofobia. Para a realização do evento que acontecerá na Avenida Paulino Neves a partir das 15 horas do dia 28, os organizadores estão pedindo o apoio e o respeito da população. Pelo que consta é a primeira vez que a comunidade GLS em Tutóia se manifesta publicamente. MAS, O QUE É HOMOFOBIA? A palavra vem do grego (homo = igual e fobia = medo irracional, aversão) e serve para designar o ódio, a aversão, as atitudes de hostilidade contra os homosexuais. Na luta pelos seus direitos eles têm conseguido vitórias, não apenas no Brasil,mas no mundo todo. Dentre essas conquistas, o direito de se casarem e de adotarem uma criança. Existe até uma data específica no mundo inteiro para celebrar o Dia Internacional contra a homofobia em inglês The International Day Against Homophobia: 17 de Maio.

domingo, 10 de junho de 2012

DISQUE DENUNCIA DO MARANHÃO OFERECE RECOMPENSA DE ATÉ  R$ 2 mil, por informações que levem ao paradeiro de Renã Manuel Souza, acusado pela morte do médico Edvaldo Daniel Filho, de 29 anos, na cidade de Caxias no interior  do Maranhão.

O  crime aconteceu  na madrugada da última quinta-feira (07) durante a realização de uma micarina.O  médico foi atingido com quatro facadas, sendo duas nas costas e as outras na região do abdômen.

Devido a proximidade de  Caxias  com Teresina, apenas 68 km, as  autoridades policias de Caxias acreditam que o assassino tenha fugido para o Piauí.  Os telefones do disque denuncia   que funciona 24 horas são  [3223 5800 – capital e 0300 313 5800 – interior] . Basta ligar, não é necessário se identificar.